Follow by Email

domingo, 23 de outubro de 2011

Saindo da Zona....

                                           Ufa... Até que enfim, 24 horas fora da zona.Já não aguentava mais aquela mulherada feia,as cachaças,áquela ´´radiola´´,tocando o Amado Batista em tempo integral, áqueles que chegavam até a porta, cuspiam, e voltavam criticando o ambiente. Realmente as ´´Zonas´´, são frequentadas por seres humanos,as mulheres que por lá transitam,são merecedoras do nosso respeito, e o dono do bar, o cafetão, está lá apenas ganhando o seu suado dinheirinho...Nada contra...  Mas a Zona de rebaixamento,no campeonato brasileiro, consegue ser um ambiente muito mais sofrivel,do que os vividos pelas trabalhadoras do sexo.

                                            Eu trabalho em uma empresa,  que utiliza o sistema de pontos na competição, e sei muito bem, o que é a cobrança,de quem fica entre os últimos.Talvez, ficar em primeiro, ser campeão,seja tão dificil, quanto ficar em último. A cobrança, em todos os pontos da tabela são muito rígidos...Quem está no topo, é cobrado para que não deixe escapar a posição, e quem está nas ultimas posições também é cobrado, para que abandone-as.

                                            Será, que o intermédiario é o melhor lugar? Ás vezes sim.Lógico, que de vez em quando voçe cai, e de vez em quando vc tem de galgar posições superiores,para manter um equilibrio.No caso especifico da tabela do campeonato brasileiro,penso que os times mineiros passaram da conta, em número de vezes frequentando a Zona e até a porta da mesma.Tá na hora de levantar a cabeça, e passar a bola para outros. Penso que Galo, Raposa, e até o Coelho, com o futebol ruim apresentado, ainda são melhores que alguns times que jogam em função de apenas um jogador.Falta determinação ás equipes, e talvez vontade de vencer.

                                             Resta ao Galo, ao Cruzeiro e ao América,maiores determinações visando a saida em definitivo desta zona. O galo Já saiu, e não voltará mais.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário